PHP 7.3 disponível e remoção de versões antigas.

Está disponível em todos os planos de hospedagem, o PHP 7.3, a mais recente versão desta linguagem de programação.

Por uma questão de segurança, vamos remover versões antigas e obsoletas do PHP, conforme o calendário abaixo:

O PHP 5.6 deixou de receber atualizações de segurança, da PHP.NET  em dezembro de 2018, o mesmo ocorrendo com o PHP 7.0 que deixou de receber as mesmas atualizações em janeiro de 2019. E já está programado para que o PHP 7.1 deixe de receber atualizações de segurança em dezembro de 2019.

Observar que estas atualizações não são determinadas pela Mindnet, quem mantém o PHP e as atualizações é a PHP.NET, que divulga o calendário oficial das versões em: https://www.php.net/supported-versions.php

Portanto no final de 2019 vamos remover as versões 5.6, 7.0 e 7.1 do PHP, por não serem mais seguras para utilização. Em 31 de dezembro de 2019, todas as contas de hospedagem utilizando PHP 5.6, 7.0 ou 7.1 serão alteradas para o PHP 7.3.

PERGUNTAS FREQUENTES

O QUE É PHP?
PHP é uma linguagem de programação, amplamente utilizada para fazer sites.

O MEU SITE HOSPEDADO NA MINDNET UTILIZA O PHP?
Provavelmente sim. Se o seu site usa WordPress, Joomla (entre outros scripts) e/ou tem recursos como cadastros, e-commerce, forum, formulários etc. certamente usa PHP.

COMO POSSO SABER A VERSÃO DO PHP ATIVADA EM MINHA HOSPEDAGEM?
Entre no CPANEL da sua conta, clique em GERENCIADOR MULTI-PHP, vai aparecer a versão do PHP ativa.

COMO ALTERAR A VERSÃO DO PHP?
Entre no CPANEL da sua conta, clique em GERENCIADOR MULTI-PHP, e poderá selecionar a versão desejada. Ao trocar, o efeito é imediato.

É POSSÍVEL TESTAR O MEU SITE COM UMA NOVA VERSÃO DO PHP?
Sim. Entre no CPANEL, vá na função GERENCIADOR MULTI-PHP e tome nota da versão atual do PHP, em seguida altere a versão para a mais recente (exemplo 7.3) e teste o seu site. Se o site apresentar problema, basta repetir o processo e voltar a versão do PHP para a anterior.

MEU SITE NÃO FUNCIONA COM PHP 7.3, E AGORA?
Se testou o seu site com o PHP mais recente e apresentou problemas, então converse com o desenvolvedor do seu site, para que ele faça os ajustes necessários. Na maioria dos casos basta fazer pequenos ajustes para o seu site se tornar compatível com o PHP atual.

PRECISO REALMENTE USAR O NOVO PHP NO MEU SITE?
As versões antigas foram abandonadas pela empresa mantenedora, não recebem mais atualizações de segurança. Isso significa que falhas na linguagem, conhecidas por hackers, não serão corrigidas. Sites que utilizam PHP em versão abandonada, estão vulneráveis a ataques. O PHP está em constante evolução, as versões antigas vão sendo eliminadas, da mesma forma que o PHP 4 já foi muito popular e praticamente sumiu, o mesmo vai acontecer com o PHP 5 e assim por diante – é um ciclo natural.

Ficar dependente de versões antigas e obsoletas do PHP não é boa estratégia: seu site fica vulnerável, fica cada vez mais difícil achar servidores compatíveis com tecnologias atrasadas e você perde os novos recursos e desempenho que somente as versões mais novas podem oferecer.

 

PHP 7.2 disponível

Nos serviços de HOSPEDAGEM, REVENDA e HOSPEDAGEM SSD foi disponibilizado o PHP 7.2.

Agora no CPANEL, no seletor de PHP, poderá escolher entre PHP 5.6, 7.0, 7.1 ou 7.2.

Lembrando que o PHP 5.6 é uma versão que somente está recebendo atualizações de segurança até dezembro de 2018. Recomendamos a todos os clientes que utilizem o PHP 7.X em seus sites.

 

Novo Painel do Assinante: novos recursos e mais segurança.

O Painel do Assinante foi completamente remodelado e conta com novas funções, para sua maior comodidade e segurança.

O QUE HÁ DE NOVO?
Resumo das novidades do novo Painel do Assinante

  • Design moderno e responsivo, compatível com dispositivos móveis.
  • Autenticação em dois passos, usando o Google Authenticator.
  • Integração com o cPanel. Acesse o cPanel direto do painel do assinante.
  • Informação de uso do espaço em disco e tráfego mensal da sua hospedagem.

RECOMENDAMOS
Usufrua dos novos recursos com mais segurança

PRINCIPAIS RECURSOS DO PAINEL DO ASSINANTE
Funções úteis para gerenciar a sua assinatura

  • Adicionar contatos de email para receber cópias das faturas e comunicados.
  • Consultar faturas e pegar segunda via de boleto bancário.
  • Abrir chamados de suporte, consultar chamados anteriores.
  • Gerenciar serviços contratados.
  • Contratar novos serviços, registrar domínios e muito mais!

 

Versões do PHP atualizadas

Em servidores de hospedagem compartilhada e revenda, as versões do PHP foram atualizadas:

– PHP 5.3.29 – Versão nativa – Sem alteração
– PHP 5.4.33 – Seletor PHP – Alterado para PHP 5.4.34
– PHP 5.5.16 – Seletor PHP – Alterado para PHP 5.5.18
– PHP 5.6.0 – Seletor PHP – Alterado para PHP 5.6.2

Estas atualizações são apenas no núcleo/core do PHP, não há alterações nas configurações do PHP ou nos módulos utilizados.

php

Servidores compartilhados: PHP atualizado para 5.3.29

A versão do PHP, que roda nos servidores de hospedagem compartilhada e revenda, foi atualizada de 5.3.28 para 5.3.29.

Esta atualização afetou somente o núcleo (core) do PHP, os módulos e configurações foram mantidos, sem alterações.

Para saber o que mudou entre as versões 5.3.28 e 5.3.29 consulte o changelog do PHP no endereço http://php.net/ChangeLog-5.php

Os servidores dedicados e VPS não sofreram este upgrade, se você tem um servidor conosco poderá solicitar o upgrade quando desejar.

php

12 formas garantidas de ter o seu computador infectado.

Estes são alguns péssimos hábitos praticados pela maioria dos usuários, que podemo colocar em risco a segurança do computador:

1. Ignorar Atualizações do Sistema Operacional

windows_update

Deixar de fazer as atualizações do sistema operacional, bem como dos demais softwares como Java, Office, Flash etc. é uma maneira bem fácil de deixar sua máquina vulnerável. A maioria das atualizações visa justamente corrigir falhas de segurança, portanto ignorar estas atualizações é manter seu computador exposto a virus e hackers.

2. Colecionar Versões Antigas de Programas

software_velho

 Não adianta muito atualizar o sistema operacional e os programas principais como Office e Flash, se você mantem instalado outros programas em versões bem antigas. Muitos softwares não fazem auto-atualização, então verifique na lista dos programas instalados se já existem versões atualizadas!

3. Desabilitar o “UAC” do Windows

windows_uac

O recurso “UAC” do Windows pode ser chato as vezes – quando você precisa instalar algo ou fazer uma tarefa mais específica o Windows abre uma janela perguntando se deseja realmente fazer tal operação. Muitos usuários caem na tentação de desativar o UAC, para deixar de receber os avisos. Sem o UAC você você diminui as chances de ficar sabendo se um programa malicioso está atuando em seu computador.

4. Duplo Clique em TUDO

duplo_clique

Duplo-clique do mouse em tudo! Um anexo no email? Duplo-clique. Um ícone que apareceu no desktop? Duplo-clique. Uma música chamada sucesso.exe? Duplo-clique. Pratique o duplo-clique! Quanto mais duplo-clique em tudo que você vê, mais chance de pegar um vírus ou trojan.

5. Download, download e download!

downloads

Quando encontrar uma página com vários links de download, clique em todos eles. Não se preocupe em saber qual é o link correto do arquivo que você deseja baixar. Na dúvida faça download de tudo. Garantido de baixar um malware.

6. Pirataria, cracks e keygens

keygen

Uma prática comum, procurar numero de series piratas, ativadores de softwares, keygens, nulleds – em boa parte dos casos você faz o download e junto vem um malware, trojan ou algo parecido. A maioria dos sites que hospedam este tipo de material são vetores de contaminação.

7. Encurtadores de URL (shortlinks)

url-shortening

Acreditar em todos os shortlinks que receber (bit.ly, migre.me e similares). Sair clicando em todos os shortlinks é perigoso. Se não sabe a origem de um shortlink verifique-o em serviços como http://longurl.org/

8. Rede WiFi Aberta e Insegura

redewifi

Deixar sua rede Wifi aberta é legal né? Ajudar os vizinhos. Há quem ainda use redes com WEP. Certifique-se de manter sua rede Wifi fechada com técnica atualizada de criptografia.

9. Navegar na WEB usando conta de Administrador

adminwindows

Caso comum: usar o Windows o dia todo com o usuário Administrador. Muitos malwares falham quando tentam entrar no seu computador ao se depararem com um usuário comum do Windows. Mas ficar navegando com o usuario Administrador do Windows é facilitar a vida dos virus.

10. Continuar usando Windows velho

windowsxp

Há quem ainda use Windows de anos e anos atrás. O Windows XP ainda é campeão. Só que Windows XP vai ser descontinuado de vez pela Microsoft em abril de 2014. Em breve o Wndows XP não vai mais receber atualizacões de seguanca. Se um hacker descobrir uma falha no Windows XP, depois de abril/2014 esta falha não será corrigida pela Microsoft.

11. Usar a mesma senha em todos os lugares

senha

Esta é boa: para diminuir a segurança utilize a mesma senha para tudo: email, gmail, servidor, jogos, site, skype – use a mesma senha! Assim fica mais fácil para o hacker. Basta a sua senha ser exposta uma única vez e pronto, está mais fácil… para o hacker. Se tem preguiça procure usar serviços gratuitos como o Lastpass.

12. Não utilizar um anti-virus

antivirus

Tem gente que abre mão do anti-virus, mesmo existindo diversas opções gratuitas. Não há desculpa para não utilizar um anti-virus. Por mais que você pense que sabe tudo, que não entra em sites perigosos – pode acontecer de um site legitimo e famoso ser infectado, não é impossível – e nesta situação seu computador estaria infectado.

Cuidado com o golpe dos sites que alteram boletos bancários

alerta_boleto

Nos últimos dias observamos dois casos de clientes da Mindnet que caíram neste golpe:

Sites falsos que geram um novo boleto com vencimento atualizado, para facilitar o pagamento – mas na verdade o boleto é gerado de tal forma que o dinheiro vai parar na conta do golpista.

Saiba mais CLICANDO AQUI.

Se você precisa pagar um de nossos boletos bancários que já venceu, não tem problema – basta abrir o mesmo link que está na fatura e o vencimento será atualizado automaticamente – ou então nos solicite uma segunda-via.

Mas não utilize serviços de terceiros para gerar um novo boleto – evitará assim cair em um golpe – onde o seu pagamento será desviado para uma outra conta bancária, que não é da Mindnet.

Este golpe pode funciona em qualquer boleto bancário – de qualquer empresa.

 

PHP atualizado para 5.3.27 nos servidores compartilhados.

A versão do PHP, que roda nos servidores de hospedagem compartilhada e revenda, foi atualizada de 5.3.26 para 5.3.27.

Esta atualização afetou somente o núcleo (core) do PHP, os módulos e configurações foram mantidos, sem alterações.

Para saber o que mudou entre as versões 5.3.26 e 5.3.27 consulte o changelog do PHP no endereço http://php.net/ChangeLog-5.php

Os servidores dedicados e VPS não sofreram este upgrade, se você tem um servidor conosco poderá solicitar o upgrade quando desejar.

php

Plugin para WordPress permite usar o seu celular como autenticador

O plugin Wordfence para WordPress agora tem uma função muito interessante: ao tentar fazer login no seu wordpress você receberá um SMS no seu celular, contendo um código único e aleatório para ser adicionado a sua senha.

wordfence-security-blog

Sem este código o login não funciona – ou seja, mesmo que alguém descubra a senha do seu WordPress não conseguirá entrar no administrativo do seu blog, porque é preciso o código que foi enviado para o seu celular via SMS. E você pode ativar este recurso para todos os usuários dos seu blog.

Esta função do Wordfence é disponível apenas na versão Premium do plugin, que pode custar entre 5 a 40 dólares por ano, dependendo da quantidade de licenças e tempo de licenciamento.

Nós testamos este plugin e o recursos de autenticador por SMS – e realmente funciona perfeitamente, adicionando uma camada de segurança ao seu WordPress.

Mesmo que você não queira comprar a versão Premium do Wordfence, vale a pena instalar a versão gratuita – que oferece vários recursos de segurança para o seu WordPress. É praticamente um plugin obrigatório em qualquer instalação do WordPress.